segunda-feira, 5 de abril de 2010

Biscoitos de Dente-de-leão

O dente-de-leão, planta herbácea tantas vezes desvalorizada e tratada como erva intrusiva, constitui não apenas um medicamento eficaz nos casos de retenção de líquidos e reumático, como também pode ser usada em gastronomia como substituto do café ou em deliciosas saladas estivais.
Em doçaria, o seu uso é ilimitado. Proponho-vos esta receita de biscoitos, simples e económica, ideal para acompanhar com uma tisana da mesma planta.



Ingredientes:
Farinha de trigo ou cevada (2 chávenas)
Margarina vegetal (meia chávena)
Açúcar (1 chávena)
Mel (4 colheres de sopa)
Infusão de flor de dente-de-leão
Fermento em pó (1 colher de sobremesa)
Flor de sal q.b.
Azeite para untar o tabuleiro

A margarina é batida juntamente com o açúcar até ficar cremosa. Adiciona-se progressivamente a farinha com o fermento e o sal, batendo sempre. Quando a massa começar a ficar demasiado seca, verte-se, a pouco e pouco, a infusão de dente-de-leão com mel, cuja concentração pode variar consoante queremos acentuar ou não o sabor da planta. Acrescentar mais farinha se necessário. Moldar a massa em bolinhas e achatá-las na palma da mão, ou cortá-la com uma forma. Polvilham-se os biscoitos com açúcar antes de entrarem no forno. Unta-se o tabuleiro com azeite e polvilha-se com farinha. A temperatura do forno não convém estar demasiado elevada. Em cerca de 10 minutos ficarão prontos.
Bom apetite!

1 comentário:

  1. Bebi o chá e achei e achei-o bom e comi dois biscoitos porque entretanto avisaram-me que não era para comer todos :)) Ainda bem que a foto foi tirada antes do lanche caso contrário não havia amostra para ninguém! Bjs.

    ResponderEliminar